Textos

A carta de amor que nunca enviei

Nossos corpos se conectam como um vulcão em erupção. Sinto tua boca na minha e já me arrepio toda. Mesmo depois de tanto tempo a nossa química é tão forte, e a física então? Sem comentários. Além de o nosso amor só ter aumentado, fazendo com que possamos aprender mais e mais um com o outro, nos descobrir, nos encontrar, nos permitir e crescer a partir dos nossos erros e acertos.

Continue lendo “A carta de amor que nunca enviei”

Anúncios